Voltar ao site

Ação da Cidadania lança a 2ª edição do Edital de Territórios em Ação

ONG vai apoiar 30 comitês das suas redes local e estadual com foco na promoção
 e no alcance dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU

· Notícias,Na Mídia

A Ação da Cidadania lança nesta semana a 2ª edição do Edital de Territórios em Ação, que tem como principal intuito comunicar a importância dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), que fazem parte do Pacto Global de países liderado pela Organização das Nações Unidas (ONU).
 

A ideia é apoiar 30 comitês que fazem parte das redes local e estadual da Ação da Cidadania. São duas modalidades: a primeira com foco na execução e na promoção dos alvos dos ODS e, a segunda, na participação da campanha exclusiva de financiamento de captação de recursos, que apoiarão também as ações de desenvolvimento sustentável.
 

Os participantes deverão fazer a inscrição no período de 15 de março a 2 de abril pelo site http://bit.ly/editalformulario21 e cada comitê só pode enviar uma candidatura, desde que estejam aptos e com o status ativo na Rede. As listas podem ser conferidas nos links, Comitês Locais Ativos: http://bit.ly/locais21 e Comitês Estaduais Ativos: http://bit.ly/estaduais21.
 

Os recursos disponibilizados no edital vão contemplar os comitês da seguinte forma: na primeira modalidade, serão selecionados 20 comitês, sendo 10 locais e 10 estaduais para receberem diretamente o valor de R$ 5 mil, que irão auxiliar no apoio e na execução de ações de promoção de um ou mais ODS em seus locais de atuação. Já na segunda modalidade, vão ser selecionados os 10 comitês restantes, sendo 5 locais e 5 estaduais, que receberão um repasse de até R$ 5 mil para o financiamento coletivo das ações.
 

Além de cooperar com a promoção dos ODS, todos os recursos garantem o pagamento de despesas administrativas de funcionamento de cada comitê, o desenvolvimento da proposta enviada, o suporte para adaptação das atividades para o contexto virtual, a energia elétrica consumida e também os custos de água, aluguel, telefone e internet, entre outras.
 

As linhas de atuação das propostas deverão ter foco nos 17 ODS da ONU, que têm como missão transformar o nosso mundo. No entanto, é preciso ficar atento em propostas que contenham solicitação de apoio para entrega de cestas básicas, produtos de limpeza e higiene pessoal, pontos fortes do que já é oferecido regularmente pela Ação da Cidadania.
 

AVALIAÇÃO - A seleção de cada proposta levará em consideração cinco critérios de avaliação: Impacto Social (objetividade e dimensão das mudanças pretendidas pelo comitê); Inovação (caráter de originalidade); Criatividade (foco em medidas de prevenção da COVID-19 na implementação das ações); Replicabilidade (potencial de estímulo e multiplicação para adesão de outras pessoas e organizações); e Articulação (capacidade da rede em se relacionar com outros canais, como a própria comunidade, o poder público e as organizações).
 

“A ideia da Ação em criar este edital é trazer a estes comitês esperança e desafio”, afirma Rodrigo Kiko Afonso, diretor executivo da Ação da Cidadania. Segundo ele, desenvolver projetos com foco nos ODS e também nos impactos que a pandemia vem causando, é uma forma deles se sentirem parte das cobranças de políticas públicas e de criarem algo positivo para o seu povo.
 

“Acima de tudo, queremos que seja levada em consideração a responsabilidade de se fazer algo para um mundo melhor. Acreditamos que, com o aporte oferecido a cada comunidade, todo o trabalho que será apresentado trará iniciativas que jamais poderiam ser pensadas, fortalecendo nossa atuação como terceiro setor”, completa o diretor.
 

O resultado do edital será divulgado no site www.acaodacidadania.org.br, no Facebook da entidade e por meio dos grupos de WhatsApp oficiais das Redes de Comitês.
 

CAPACITAÇÃO - Nos dias 19 e 22 de março, serão realizados dois encontros virtuais para esclarecer dúvidas sobre o edital: “Agenda 2030 e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável” e “Elaboração de Projetos Sociais”. O primeiro será no dia 19 às 9h45, voltado para a disseminação de conteúdos sobre os ODS em nível nacional e para a proximidade da Rede de Comitês, com o tema para desenvolvimento das propostas a serem submetidas para seleção do edital. O segundo, a ser no dia 22 às 14h, tem como objetivo cooperar com a qualificação das práticas de desenvolvimento de projetos e propostas da Rede de Comitês da Ação da Cidadania. Para quem quiser participar os links estarão em breve disponíveis no site da Ação.
 

Na oportunidade, Carlo Pereira, diretor-executivo da Rede Brasil do Pacto Global fará uma participação no evento da Agenda 2030 e ODS da ONU.
 

“Precisamos do apoio e do envolvimento de toda a sociedade em ações que contribuam para o avanço dos ODS no mundo. Só assim, poderemos ver acontecer as mudanças vitais para a nossa sobrevivência. Se nada for feito, o Brasil só conseguirá alcançar 1 dos 17 ODS em 2030, o 7, que versa sobre energia limpa e acessível. É muito pouco, considerando os imensos desafios sociais e ambientais que temos hoje e que podem se intensificar nos próximos anos, como a pobreza, a fome, a falta de acesso à educação e à saúde de qualidade, as desigualdades sociais, as mudanças do clima, entre outros. Vamos juntos e juntas transformar esse planeta em um lugar melhor para todos e todas”, disse Carlo Pereira, diretor-executivo da Rede Brasil do Pacto Global.

Todos os Posts
×

Quase pronto…

Acabámos de lhe enviar um email. Por favor, clique no link no email para confirmar sua subscrição!

OK