Voltar ao site

Sede da Ação da Cidadania recebe OSGEMEOS e ganha arte exclusiva

Irmãos artistas plásticos famosos mundialmente coloriram parte do galpão da Ação em prol da solidariedade

· Notícias

Nossa sede nacional, localizada na Zona Portuária do Rio, região famosa pelas intervenções artísticas que transformam muros e paredes em galerias de arte a céu aberto, abriu as portas do galpão para a conexão com o universo colorido e imaginário de OSGEMEOS, que transformaram parte do espaço em um grande lugar de contemplação da cultura urbana.

“Falar de cidadania é também falar de cultura e de comunicação. O trabalho d’ OSGEMEOS é incrível porque nos transporta para o universo jovem e sua liberdade de sonhar. E ao mesmo tempo retrata o grafite das favelas e periferias, a influência folclórica, o hip-hop e tantas outras vocações de meninos e meninas, muitas vezes desperdiçadas”, explica Daniel Souza, presidente do nosso Conselho, que fez o convite para os irmãos em celebração aos 30 anos da Ação.

O graffiti popular de OSGEMEOS deu vida a dois vagões de trens antigos que faziam trajetos até o Rio de Janeiro. Recentemente restaurados, em breve eles serão abertos como espaços de convívio comunitário. Desde que deixaram de circular, os carros estão dentro de um dos nossos galpões. Os desenhos contam com a parceria de jovens artistas grafiteiros, Stile, Amora e Lhor, convidados pelos gêmeos.

Não é de hoje que apostamos na cultura como forma de chamar a atenção para grandes problemas do país, como a fome e a miséria. Desde a nossa fundação em 1993, grande parte dos projetos envolvem a arte como um pontapé para as transformações nos territórios. Para Betinho, “um país não muda pela sua economia, sua política e nem mesmo sua ciência; muda sim pela sua cultura”. A frase dele nos motivou a investir em oficinas, espetáculos e exposições, que revelaram muitos talentos que hoje estão em filmes, novelas ou produzindo conteúdo sobre as injustiças sociais que acontecem por todo o país.

O trabalho da dupla Gustavo e Otavio Pandolfo ultrapassou as ruas e se transformou em uma linguagem própria e em constante evolução, com outras referências e influenciado por novas culturas. Os artistas, hoje reconhecidos e admirados nacional e internacionalmente, usam linguagens visuais combinadas, o improviso e seu mundo lúdico para criar intuitivamente uma variedade de projetos pelo mundo, com temas como retratos de família, críticas sociais e políticas, e principalmente o universo lúdico.

OSGEMEOS já realizaram inúmeras mostras individuais e coletivas em museus e galerias de diversos países, como Cuba, Chile, Estados Unidos, Itália, Espanha, Inglaterra, Alemanha, Lituânia e Japão. Seus trabalhos podem ser admirados em muros, edifícios e também em vagões de trem.